Não escrevo palavras bonitas, escrevo sentimentos bonitos...!
I do not write nice words! I write beautiful thoughts ...




terça-feira, 21 de janeiro de 2014

O falador de palavras mortas!

Essas palavras que cospes
estão condenadas à morte.
Pois, carregam a hipocrisia do mundo!

Falas do mundo…
Convencido que o mundo fala de ti.
E esqueces o que foste na ilusão do que és.

– O que é que tu não entendes?
Falador de palavras mortas.
– O silêncio? - As folhas a cair?
– Os ponteiros do relógio?
– As bibliotecas vazias?
– O ócio?...

Não fales palavras mortas.
O enigma é o efeito boomerang…


José M. Silva

1 comentário:

  1. Um poema forte, José. E há tanta gente a falar palavras mortas...
    Um beijo.

    ResponderEliminar