Não escrevo palavras bonitas, escrevo sentimentos bonitos...!
I do not write nice words! I write beautiful thoughts ...




terça-feira, 21 de julho de 2009

O amor não vale de nada!

Foto retirada da net

Esta vozeirada
Depurativa do cérebro
Promíscua, veleidade
Do ventre!.. Do ventre.

A mórbida rejeição
Das palavras emergentes
Os imunes vendavais
Os medos os lamaçais

Oh!... África quão dolorido
É o teu fado, é a tua gérmen
Oh!... Morte anunciada
O amor, não vale de nada!

José M. Silva

3 comentários:

  1. temos que o fazer valer alguma coisa, josé.

    uma pessoa que escreve o texto que escreveste na barra lateral só pode "poder fazer com que valha". gostei muito do que li acima e muito do que li ao lado.
    e estamos em sintonia na filosofia de vida!

    um abraço
    luísa

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  3. ^^

    José,
    a vida é madrasta, somos justos e injustos,
    viver é foda
    e admitir erros é necessário.

    a situação na África ainda consegue
    ser pior do que as notícias que nos chegam,
    e por certo, bem como falou em eu
    belíssimo poema,
    amor por lá, é "nada" diante da miséria
    e da proximidade da morte
    e aí, a justiça social que é a foda
    nessa história toda.

    bjO

    ResponderEliminar